Consultoria Empresarial

Avaliação Patrimonial Inventario Patrimonial Controle Patrimonial Controle Ativo



Consultoria Empresarial Passivo Bancário Ativo Imobilizado Ativo Fixo



Avaliação Patrimonial Inventario Patrimonial Controle Patrimonial Controle Ativo



Consultoria Empresarial Passivo Bancário Ativo Imobilizado Ativo Fixo



Mitigando erros em projetos patrimoniais!

Especialistas a frente de projetos do Ativo Imobilizado!


Inventário do Ativo Imobilizado – erros comuns em projetos!

6620-06-2021

  • Planejamento pouco abrangente

Sem qualquer dúvida, o primeiro passo para se ter um projeto eficiente, é obtido por meio do planejamento inicial.

  • O que a empresa deseja com o projeto patrimonial?
  • Quais as áreas serão inventariadas?
  • Quais bens?
  • Vamos focar no controle físico geral, ou apenas com foco no CPC que determina o valor inicial de R$ 1.200,00?
  • Queremos apenas o Inventário ou também a Avaliação dos bens?

De posse das respostas das perguntas acima, e é obvio, acrescido de outras informações, pode-se então dar início ao projeto.

  • Definição de equipe(s) sem comprometimento e conhecimentos técnicos

Não diferente dos demais itens desse artigo, a definição da equipe ou das equipes são fundamentais para o sucesso.

O “melhor dos mundos” é escalar equipes qualificadas, conhecedoras de projetos semelhantes, do contrário, riscos farão parte do projeto, expondo fortemente a possibilidade de vir a ser abortado.

Profissionais que tenham conhecimentos (básico ou intermediário) nas áreas de: Engenharia, Contabilidade, Administração e Logística, com certeza farão toda a diferença.

Definir a equipe de coordenadores e suas respectivas responsabilidades é vital, para que cada membro, saiba de fato seu papel no projeto.

Um ponto que pode comprometer a eficácia, é que uma vez as equipes definidas, os participantes, não podem ou ao menos não devem ser retirados do projeto até seu termino, mesmo que venham a ser substituídos, pois assim todo o histórico será mantido, sem qualquer tipo e “emenda”.

  • A economia com as placas – quantidade e qualidade

A representatividade das placas no projeto patrimonial de forma geral é muito pequena, exceto quando falamos de um projeto em RFID.

Diante dessa inexpressiva representatividade, gestores devem evitar:

  • Comprar placas de baixo valor (qualidade discutível)
  • Comprar placas para ambientes nocivos (expostos ao tempo, a temperaturas altas, ou a produtos químicos) de forma generalizada.
  • Comprar uma quantia exata de placas, pois a falta das mesmas no decorrer do projeto, irá forçar a interrupção, até que um novo volume de placas sejam devidamente fabricadas e isso poderá “retardar” em ao menos 10 dias, e com certeza, trará danos a assertividade.
  • A padronização e o volume de informações

É essencial que no planejamento inicial, as informações desejadas sejam devidamente tabuladas, com campos devidamente obrigatórios e outros complementares, entretanto, é fundamental que a tabulação seja respeitada, pois estamos estruturando informações para que sejam inseridas numa base de dados e o respeito a padronização, é fundamental para pesquisas e cálculos futuros.

  • Interrupções no projeto

Para que o projeto seja devidamente respeitado pela sua assertividade a qualidade das informações coletadas, é importante que o mesmo não seja interrompido, exceto, por motivos de força maior.

A interrupção, independente da razão, acaba por comprometer a continuidade, diante de possíveis movimentações e também do status em que o projeto foi interrompido.

O ideal é que prazos sejam devidamente definidos (começo, meio e fim) e haja uma pequena margem para ajustes, qualquer coisa diferente disso expõe a credibilidade.

É mais que comum ao iniciarmos projetos em empresas, ouvirmos “histórias” das mais diversas, ate mesmo de projetos grandiosos inacabados.

  • O confronto das bases: inventario x Controle Patrimonial x Contabilidade

Diferentemente do que se tem de conceito, em muitos casos de projetos patrimoniais há 03 bases para serem ajustadas, e não somente o Controle Patrimonial x Contabilidade.

Todo o levantamento, seja ele para a atualização ou mesmo na implantação do Controle Patrimonial, deve ter como foco a Gestão por meio da Contabilidade para que possa ser mensurado e administrado, por meio das contas patrimoniais e de Resultado, com isso todo o levantamento dos bens deve contemplar entre outras informações as contas contábeis para que após o final do levantamento, os bens sejam devidamente sumarizados e comparados aos saldos contábeis, para então serem devidamente ajustados.

  • A credibilidade pós projeto

Se o Inventario respeitou detalhamentos pre-definidos no planejamento, provavelmente as chances de obstáculos inviabilizarem sua conclusão não irá acontecer, entretanto, caso tal fato não tenha ocorrido, ou o projeto acabou “pulando” etapas, é fundamental que uma validação seja realizada, por meio de auditoria.

Ter um projeto de Inventário e em alguns casos também de Avaliação dos Ativos e o mesmo, não ter a credibilidade da empresa, não ter o aval da Auditoria que valida as informações e procedimentos da empresa, compromete e deixa desacreditado todo o levantamento.

  • A AXS Consultoria Empresarial

A AXS Consultoria Empresarial – Divisão Patrimonial, atua o segmento de Inventario e Avaliação de Ativos a mais de 10 anos, realizamos projetos de levantamento físico e valoração dos bens para os mais diversos objetivos, entre eles:

  • Recuperação Judicial
  • Laudos de PPA (Aquisição do Preço de Compra)
  • Demonstrações Contábeis
  • Exigências de empresas de auditoria
  • Entre outras

Nossos projetos, tem por princípio atender normas técnicas e também a legislação contábil e seis respectivos CPC´s: 01, 15 e 27.

E contamos com equipe qualificada, com a expertise de muitos projetos realizados em todo o Brasil nos principais grupos empresariais.

  • www.axsconsultoria.com.br

    Canal Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCsLJqA8_7glKeEdlsW--ZHQ

    E-mail: contato@axsconsultoria.com.br

    +55 (15) 991051487 – (15) 988151487

    Walber Almeida Xavier de Sousa - Diretor da AXS Consultoria Empresarial ( www.axsconsultoria.com.br ), atua como Consultor e Assessor em Gestão Empresarial em empresas de pequeno e médio porte, também como Conselheiro Empresarial e atuou também como Professor Universitário.

    Formação Acadêmica:

  • Graduado em Ciências Contábeis (UNISO)
  • Pós-Graduado em Contabilidade Gerencial e Controladoria (UNISANTANA)
  • MBA em Gestão Empresarial (FGV)
  • Exclusivamente no mercado de Consultoria e Assessoria desde 2012.

  • Consultoria e Assessoria – Gestão Empresarial
  • Reestruturação de Pequenas e Médias Empresas
  • Gestão Estratégica de Custos
  • Renegociação de Dívidas Bancárias – exclusivamente empresarial
  • Inventário e Avaliação Patrimonial
  • Avaliação de Bens Móveis e Imóveis para Financiamentos e Seguros
  • Software de Gestão Patrimonial
  • RFID – Identificação por Rádio Frequência
  • Business Valuation
  • M&A – Fusões e Aquisições
  • Teste de Impairment (Recuperabilidade)
  • Estamos em Sorocaba – SP e atendemos todo o Brasil!

  • São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Espirito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Distrito Federal, Bahia, Sergipe, Paraíba, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Alagoas, Piauí, Pará, Amazonas, Acre, Amapá, Roraima, Rondônia e Rio Grande do Norte



Data: 09/06/2021




Compartilhar:


Quer ganhar uma consultoria grátis? Deixe seus dados abaixo: