Consultoria Empresarial

Avaliação Patrimonial Inventario Patrimonial Controle Patrimonial Controle Ativo



Consultoria Empresarial Passivo Bancário Ativo Imobilizado Ativo Fixo



Avaliação Patrimonial Inventario Patrimonial Controle Patrimonial Controle Ativo



Consultoria Empresarial Passivo Bancário Ativo Imobilizado Ativo Fixo



Altos Endividamento Bancário!

Passivo Bancário há soluções!


Empresas com Endividamento Bancário crescente, dicas e soluções de Especialistas!

659-12-2022

Informações importantes para empresas com o Endividamento Bancário alto ou em crescimento, e que precisam solucionar a questão.

  • Empresas com dívidas ou endividadas?

Não há como operar uma empresa sem que ocorra a busca por capital de terceiros, em outras palavras, é fundamental para qualquer tipo de empresa a captação de linhas de credito junto aos bancos, entretanto, é importante ter os “pés no chão”.

Buscar crédito e tornar-se “endinheirado” na grande maioria das vezes é uma ilusão vivida por muitos empresários, que acabam sentindo-se bem financeiramente quando seus saldos bancários estão no azul, entretanto, sem atentar-se ao crescimento do Passivo Bancário e o impacto das “PMTs” ou das parcelas mensais no Fluxo de Caixa ao longo dos próximos exercícios.

Ter dívidas com bancos é algo natural, a medida que esse endividamento torna-se uma constante, cabe atenção, pois, o futuro saudável da empesa pode estar comprometendo-se.

  • As causas mais comuns do endividamento bancário!

A forma natural que uma empresa busca um endividamento bancário é a captação de Giro, ou seja, busca recursos para adquirir estoque e também custear seus custos fixos, para um exercício ou mais, entretanto, há muitas outras razão, que podemos citar a seguir:

  • Capital de Giro: necessidade de recursos para bancar o estoque e os custos fixos
  • Investimentos: quando a empresa capta com objetivos de investimentos em Ativo imobilizado ou mesmo estratégias comerciais e industriais.
  • Dissolução Societária: acaba sendo comum numa dissolução societária, geralmente com litígio, o endividamento para se “solucionar” de forma rápida.
  • Desequilíbrio de Resultados: quando a empresa não gera volume adequado de vendas e margens suficiente para cobrir os custos fixos e variáveis.
  • Entre outros!
  • A tentação da facilidade ao crédito!

Independente da compulsividade em alguns casos, a facilidade ao crédito é um fator que acaba com muitas empresas, visto que, cria-se uma “ciranda” (pega-se um empréstimo para pagar outro) e isso torna-se uma dependência na Gestão que somente se resolve com choques.

Analisar os Demonstrativos Contábeis e Financeiros da empresa pode ser uma forma de alerta aos gestores, entretanto, é sabido que muitos empresários ou gestores sequer tem esses informes em suas empresas.

  • A expansão do endividamento e sua importância no Ativo, Passivo e resultado de empresas!

Ter informações e informativos de Gestão é fundamental para qualquer empresário/administrador, conhecer detalhes do Ativo, Passivo e Resultado (DRE) são informações que contribuem muito nas decisões e no momento de decidir em empresas.

Empresários muitas vezes vislumbram com os números no Caixa da empresa, entretanto, não se atentam, a baixa liquidez do contas a receber, ou da distribuição dos estoques com itens com representatividade monetária e baixa rotatividade, além é claro a distribuição dos compromissos no Passivo, se são: insumos, financeiros, trabalhistas, tributários ou outros.

Em alguns casos, desconhecem de forma administrativa que tanto Ativo quanto Passivo acabam resultado impactos negativos no resultado quando não administrados corretamente.

  • Os bancos analisam empresas muitas vezes melhor que muitos empresários!

O sistema bancário se aperfeiçoou ao longo dos últimos anos de forma exemplar, onde recebem informações quase que de forma instantânea a medida que cadastrem seus interesses.

E tenha certeza, uma vez que sua empresa tem um relacionamento com o banco, sua empresa será monitorada, por meio de endividamentos no Bacen (autorizado pela própria empresa) ou por meio de outros mecanismos do sistema bancário que é rico nas mais diversas informações de seus clientes.

  • As informações empresariais disponibilizadas aos bancos!

Empresas organizadas que mantem relacionamento com os bancos, sabem que periodicamente uma serie de demonstrativos da empresa são solicitados pelos gerentes de contas para atualização cadastral, o que chamamos de KIT Banco, composto por:

  • Balanço/balancete
  • DRE – Demonstração do Resultado do Exercício
  • Faturamento dos últimos exercícios
  • Endividamento aberto por bancos e modalidade de linhas
  • IRPJ da empresa e dos sócios

Tudo isso tem uma razão, cruzar informações entre os demonstrativos e as informações obtidas pelos bancos em seus canais de Gestão e ter de forma objetiva se na empresa, informações estão sendo omitidas ou mascaradas.

  • Os bancos são parceiros até que ponto?

Existe um “conceito” no mercado que os bancos são parceiros das empresas, mas é importante não se iludir com essa parceria, os bancos tem por objetivo o lucro, assim como qualquer empresa, a medida que detectam risco alto nessa relação, nesse momento uma “pivotada” é colocada em pratica, ou seja, passaram a culpar o sistema em razão de algumas travas que passarão a fazer parte do relacionamento banco x empresa.

O encarecimento das operações de credito será colocado em pratica com ações como:

  • Redução dos prazos
  • Redução dos limites de crédito
  • Aumento das garantias contratuais
  • Entre outras
  • Os impactos no dia a dia de empresas alavancadas financeiramente!

Qualquer mudança de comportamento do relacionamento entre bancos x empresas, e que a empresa esteja alavancada financeiramente (endividada), com certeza trará grandes impactos no caixa e no Resultado.

Irá gerar um “stress” na parceria, fazendo com que a empresa corra atras de outra fonte de captação e muitas vezes com custos totalmente diferentes (altos), isso para que se possa manter adimplentes seus compromissos.

  • Quando o foco da empresa deixa de ser comercializar ou produzir!

É natural numa empresa que esteja alavancada financeiramente, que parte da Gestão perca por completo o foco nas operações da empresa, seja por falta de recursos para a aquisição de insumos, ou verba para se colocar em pratica estratégias comerciais, dessa forma a dependência somente tende a crescer e colocar a empresa em cenários ainda piores, e isso é quase uma constante nas empresas.

  • O efeito negativo do custo da dívida no Resultado e das parcelas no Fluxo de Caixa!

A medida que o endividamento aumenta, seja de forma rápida ou mesmo ao longo do tempo, o Fluxo de Caixa passa a ser alimentado com compromissos bancários, e isso distribuído quase que diariamente, um outro fator negativo ocorre no Resultado, com o registro de forma correta da parcela dos juros como custo financeiro, dificultando ainda mais a empresa a melhorar suas margens e atingir/superar o Ponto de Equilíbrio.

  • Reconhecer que a situação não pode continuar é o primeiro passo para a retomada!

Há uma afirmação que diz “reconhecer que há um problema e o mesmo deve ser resolvido é um avanço de 50%” agora fica faltando os 50% restante, como se resolver.

Empresas com endividamento bancário em crescimento ou alavancadas financeiramente, devem traçar planos visando interromper esse viés de crescimento, com ações das mais diversas, a continuidade do crescimento das dívidas pode comprometer a continuidade da empresa, seu patrimônio e também o patrimônio dos sócios que de forma geral são avalistas das linhas de credito obtidas.

  • A continuidade da empresa deve ser o grande foco da Gestão!

Em momento algum parar as atividades deve ser a solução, gestores e empresários apesar do “desanimo” que pode vir a ser identificado, devem entender que há soluções para todos os tipos de problemas, em alguns casos, remédios amargos, mas que podem sim solucionar a questão.

E é importante deixar claro que qualquer que seja a solução, a empresa irá superar o cenário negativo após colocar o plano adequado em pratica.

Fechar uma empresa é um transtorno grandioso, que com certeza causara problemas a todos os fornecedores, entre eles:

  • Bancos
  • Fornecedores de insumos
  • Fisco (impostos)
  • Colaboradores (funcionários)
  • Entre outros

E ainda assim não garante que os sócios e administradores não tenham implicações financeiras e judiciais.

  • É hora de identificar uma solução e tomar a decisão!

Uma vez diagnosticado e reconhecido pela Gestão e alta direção que a situação não pode permanecer, o desafio será identificar entre muitas alternativas a que solucione a situação e cause menos transtornos a empresa.

  • Soluções Administrativas ou Judiciais, informações importantes.

É comum no mercado utilizarmos a afirmação que soluções judiciais não podem ser descartadas, entretanto, devem ser utilizadas após buscarmos soluções administrativas.

Quando falamos em endividamento bancário, isso não é diferente, buscar solucionar o endividamento de forma administrativa ainda é a melhor solução, pois além de ser resolvido num curto espaço de tempo, ainda é bem mais em conta (mais barato) que ações judiciais.

Mas é importante atentar-se a questão, uma negociação administrativa para ser realizada com êxito, deve ser conduzida por profissionais especializados, uma vez que os bancos tem em suas estruturas todo um arsenal de especialistas visando obter o melhor resultado nesse processo, e tenha certeza, eles buscam a melhor negociação aos bancos e sua empresa não pode participar desse processo, contando apenas com pessoas com bias intenções.

  • Quais os impactos negativos e positivos das alternativas disponíveis?

Falando em Negociação Administrativa, podemos citar como pontos positivos:

  • Alongamento dos prazos
  • Redução das taxas de juros
  • Redução ou eliminação das garantias contratuais
  • Parcelas adequadas a capacidade de pagamento da empresa
  • Negociação conduzida por especialistas
  • Carência nos pagamentos no processo de negociação

Negativo:

  • Relacionamento com os bancos comprometido durante o processo de negociação, entre 03 e 04 meses.
  • Possibilidade de restrição
  • Um alerta a Recuperação Judicial, deve ser a última das alternativas!

Muitas empresas que vivem essa situação acabam por definir a RJ (Recuperação Judicial) como a única alternativa, é preciso ficar atento, pois a RJ, além de cara (custo alto) tem pouca eficácia na continuidade de empresas, esses índices podem ser facilmente obtidos, isso quer dizer, que menos de 30% das empresas que buscam a RJ como a solução para esse problema, acabam por encerrar as atividades sem a devida solução, e a continuidade da discussão judicial recai sobre sócios e administradores.

  • AXS Consultoria Empresarial são mais de 10 anos ajudando empresas!

Estamos a mais de 10 anos no mercado de Consultoria e solucionando por meio de intermediação no processo de Negociação Bancária (Banco x Empresas) defendendo os interesses de empresas.

Nossos serviços são exclusivamente na esfera administrativa e para isso contamos com profissionais altamente qualificados, ex-diretores de bancos, conhecedores de todos os tramites legais no processo de negociação.

Com certeza resolverão a situação de sua empresa!

  • O que fazemos por empresas e o que ocorre após nossos serviços?

Diferentemente quando a discussão é realizada judicializando o impasse, nosso processo de negociação é conduzido por especialistas em Negociação Bancária Administrativa, diante disso, diversas reuniões são realizadas entre nossos especialistas e os gestores dos bancos, buscando a melhor alternativa para a empresa, sempre focando na capacidade de pagamento da empresa.

Após todo esse processo, de forma geral, os bancos identificam que a empresa passou por momentos de “turbulência na Gestão”, entretanto, buscou de forma profissional ajuda de especialistas que a ajudassem a superar a situação.

E isso é muito bem visto pelo mercado de forma geral.

  • Diversos cases de sucesso!

Com mais de 10 anos de mercado e contando com uma equipe de ex-diretores bancários, temos diversos cases de sucesso, que foram construídos ao longo de vários anos, em empresas dos mais diversos segmentos em todo território nacional!

  • Praticamente todas empresas passam por grandes dificuldades, no entanto, nem todas superam, porque?

Em todo esse processo é importante diferenciar empresas de empresas, com isso, queremos ressaltar o compromisso de empresários/gestores que apesar de viver momentos difíceis em suas empresas no que tange a Gestão Financeira, não se distanciaram de seus valores e buscaram horar compromissos assumidos entre empresa x bancos, entretanto, buscaram equalizar o Passivo bancário a situação que a empresa se encontrava, sem contudo deixar de cumpri-los.

  • Vamos conversar sobre a solução de seus problemas confidencialmente!

Tratamos de todo processo negocial de forma administrativa e com total confidencialidade, isso nos garante êxito em todos os processos entre bancos x empresas, e faz com que nossos clientes possam num curto espaço de tempo superar todo o cenário “negativo” estruturado ao longo do tempo de forma legal planejar a retomada da empresa.

Vamos conversar sobre o Endividamento Bancário de sua empresa?

  • www.axsconsultoria.com.br

    Canal Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCsLJqA8_7glKeEdlsW--ZHQ

    E-mail: contato@axsconsultoria.com.br

    +55 (15) 991051487 – (15) 988151487

    Walber Almeida Xavier de Sousa - Diretor da AXS Consultoria Empresarial ( www.axsconsultoria.com.br ), atua como Consultor e Assessor em Gestão Empresarial em empresas de pequeno e médio porte, também como Conselheiro Empresarial e atuou também como Professor Universitário.

    Formação Acadêmica:

  • Graduado em Ciências Contábeis (UNISO)
  • Pós-Graduado em Contabilidade Gerencial e Controladoria (UNISANTANA)
  • MBA em Gestão Empresarial (FGV)
  • Exclusivamente no mercado de Consultoria e Assessoria desde 2012.

  • Consultoria e Assessoria – Gestão Empresarial
  • Reestruturação de Pequenas e Médias Empresas
  • Gestão Estratégica de Custos
  • Renegociação de Dívidas Bancárias – exclusivamente empresarial
  • Inventário e Avaliação Patrimonial
  • Avaliação de Bens Móveis e Imóveis para Financiamentos e Seguros
  • Software de Gestão Patrimonial
  • RFID – Identificação por Rádio Frequência
  • Business Valuation
  • M&A – Fusões e Aquisições
  • Teste de Impairment (Recuperabilidade)
  • Estamos em Sorocaba – SP e atendemos todo o Brasil!

  • Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Rio Largo, Manaus, Parintins, Itacoatiara, Manacapuru, Macapá, Santana, Laranjal do Jari, Oiapoque, Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Juazeiro, Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Brasília, Vila Velha, Serra, Cariacica, Vitória, Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Luziânia, São Luís, Imperatriz, Timon, Caxias, Belo Horizonte, Contagem, Uberlândia, Juiz de Fora, Campo Grande, Dourados, Corumbá, Três Lagoas, Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Belém, Ananindeua, Santarém, Marabá, João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Patos, Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Teresina, Parnaíba, Picos, Piripiri, Curitiba, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, Rio de Janeiro, São Gonçalo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Porto Velho, Ji-Paraná, Ariquemes, Cacoal, Boa Vista, Rorainópolis, Caracaraí, Alto Alegre, Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Canoas, Joinville, Florianópolis, Blumenau, São José, Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Lagarto, Itabaiana, São Paulo, Guarulhos, Campinas, São Bernardo do Campo, Palmas, Araguaína, Gurupi, Porto Nacional


Data: 11/12/2022




Compartilhar:

Vídeos Relacionados

Serviços Relacionados

Quer ganhar uma consultoria grátis? Deixe seus dados abaixo: